Convidadas

Paula Freire Santoro

 

Arquiteta e Urbanista pela USP, mestre em Estruturas Ambientais Urbanas pela USP e Doutora em Arquitetura e Urbanismo pela Escola Politécnica de Cataluña. Cursou especialização em Política de Terras na América Latina pelo Lincoln Institute of Land Policy, no Panamá, e possui dois pós-doutorados em Ciências Sociais Aplicadas pela City University of New York e pela New York University. Coordenadora do LabCidade - Laboratório Espaço Público e Direito à Cidade (FAU/USP).

 

(Currículo Lattes: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4778241J9

Publicações: https://usp-br.academia.edu/PaulaSantoro

Outras informações: https://www.fau.usp.br/docentes/paula-freire-santoro/)

 

Marina Kohler Harkot 

Cientista Social pela USP e mestre em Arquitetura e Urbanismo (FAU/USP). Atualmente é doutoranda em Arquitetura e Urbanismo na área de Ciências Sociais Aplicadas (FAU/USP) .

 

(Publicações: https://usp-br.academia.edu/MarinaHarkot )

 

Larissa Gdynia Lacerda

Cientista Social pela USP e mestre em Planejamento Urbano e Regional (IPPUR/UFRJ). Atualmente é doutoranda em Sociologia na área de Ciências Humanas (FFLCH/USP). É pesquisadora do LabCidade - Laboratório Espaço Público e Direito à Cidade (FAU/USP)

Kamilla Nunes


Artista, curadora independente, crítica de arte e professora, atualmente doutoranda no Programa de Pós-Graduação do Ceart/Udesc. Foi gestora do Espaço Embarcação, em Florianópolis [2015 a 2018], curadora do Espaço Cultural O Sítio [2015] e diretora do Instituto Meyer Filho [2010 a 2014]. Integrou o grupo de curadoria de Frestas Trienal de Artes [SESC, 2014, Sorocaba] e idealizou a Rede Artéria em parceria com o artista Bruno Vilela [arteria.art.br]. É curadora do programa de exposições do Memorial Meyer Filho desde 2008 e autora do livro “Espaços autônomos de arte contemporânea”, lançado em 2013 através da Bolsa Funarte de estímulo à produção crítica. Atualmente pesquisa e ministra aulas sobre Arte Brasileira Contemporânea e está desenvolvendo um processo de criação que fricciona campos do conhecimento, como a psicanálise e o materialismo histórico, por exemplo. Interessa perceber como os sistemas de linguagens se revelam, quais relações existem, hoje, entre o indivíduo e o coletivo, entre o pessoal e o político.

 

(Texto retirado do site da artista, mais informações em https://kamillanunes.com/)

  • Facebook
  • Instagram