LOGO_V_05_sem%20arquitetura-04_edited.pn
438c2d_0dfdf6a321684ac099f49339ce57e869_

sede CAU/TO

Concurso de projeto arquitetônico para a sede do CAU/TO. 

Etapa:

Anteprojeto 

Equipe:

bloco B + Luiza Coqueiro

Colaboradora:

Fernanda Nunes

Local:

Palmas/TO.

2018

438c2d_8ccec3e6667e44c6bfa80f7b3ee41e4c_

A terra é domesticada e se faz edificação. Empilhando-se na regularidade geométrica, o tijolo cerâmico materializa o seu entorno. As entranhas argilosas do terreno são transformadas, então, em volume tridimensional que dá corpo à edificação e abriga o programa solicitado. 

O tijolo, como elemento principal, oscila entre a solidez da massa criada pelo conjunto e a expressão individual da pequena peça que dramatiza o efeito tectônico apresentado pela repetição. O pequeno transformado em grande.  

Durante o dia a discreta luz solar penetra nos pequenos orifícios, criado um jogo de luz e sombra como uma tela de projeção que muda com o passar das horas. À noite, por sua vez, os poros terrosos expelem a luz de dentro para fora, criando o efeito contrário. 

Desde a rua, o transeunte é conduzido até a lateral esquerda da edificação, onde encontra a praça de entrada coberta por uma estrutura metálica com vidro serigrafado que diminui o ganho solar sem reter a iluminação.  

A edificação se fecha para o clima hostil da cidade e se abre para um microclima interior facilitado por meio da relação “núcleo – envoltório” que foi criada. A pele externa, feita em tijolos, envolve o edifício alternando a paginação das peças de acordo com a orientação solar de cada fachada, trabalhando o primitivo da cerâmica com a sofisticada trama estrutural. Uma verticalidade rítmica que dialoga esteticamente com a condição térmica da região.  

438c2d_e0fa00e19d3d47f199bfbd9a49e06607_
438c2d_94662e8906a64dd6a179a078e08c7e02_
438c2d_1c490e94b433430b834a0a82f4951f44_
438c2d_97e225b9608b4052aa65bd31300decde_
438c2d_813c021e1a1f47c8b6000f466ca24727_
  • Facebook
  • Instagram